Província de Cáceres. Extremadura preparada para o turismo activo

Abra os olhos para uma província surpreendente, respire profundamente o cheiro da terra, da água, do ar … e deixe-se seduzir pela natureza quase inalterada pelo homem, a mesma que lhe oferece a oportunidade de desfrutar da paisagem na primeira pessoa, protagonizando experiências que jamais se apagarão da memória e que lhe irão deixar água na boca sendo difícil resistir a vivê-las de novo e de novo…

IMG31 Província de Cáceres. Extremadura preparada para o turismo activo

A região soube preservar a sua herança patrimonial e natural, nunca acolheu a indústria e sempre abraçou o pasto, a lagoa, a rocha, a garganta e o ar puro, destaca-se pela sua abundância em recursos turísticos que podem ser apreciados de forma intensa, através da prática de divertidas atividades complementares.

Propostas Especializadas
Falando em turismo activo, quase todos os municípios da região oferecem estes serviços e têm empresas especializadas neste tipo de atividade. Confira:

O Valle de Jerte propõe caminhadas, enquanto desfruta de áreas naturais protegidas
como a Reserva Natural de la Garganta de los Infiernos, onde poderá chapinhar nas poças que formam autênticas piscinas naturais no Verão. Também oferece a possibilidade de cannyoning em diferentes grooves e diferentes níveis: desde Los Hoyos (dificuldade baixa), passando por Nogaledas (dificuldade média)até Los Papúos (dificuldade alta).

IMG41 Província de Cáceres. Extremadura preparada para o turismo activo
Mais atividades originais
Continuando a norte da província, particularmente na região de La Vera também pode optar pelas caminhadas, passeios pedestres ou a cavalo, ou ainda canoagem nos numerosos desfiladeiros naturais. Outras atividades incluem ciclismo, BTT, escalada, observação de aves, fauna, flora, paintball, parede de escalada, tiro com arco e passeios pelas árvores, para que todos, com idades a partir dos 8 anos (ou com uma altura mínima de 1,40m) possam desfrutar de um passeio espectacular e ao ar livre de forma segura e controlada.

Em Tierras de Granadilla, para além de caminhadas e actividades de cicloturismo, pode realizar todos o tipo de actividades aquáticas na barragem de Gabriel y Galán, tais como canoagem – uma das mais atraentes.

A região hurdana propõe as caminhadas, de forma a descobrir recantos onde se pode escutar a serenidade da água, o canto dos pássaros e o som das árvores. Subir caminhando até ao Chorro de la Miacera, em El Gasco, ou descobrir o Meandro Melero são experiências que recomendamos.

E também a norte, a região da Serra de Gata oferece trilhos para caminhadas, para veículos 4×4, passeios a cavalo e locais para observação de pássaros, especialmente quando o vale de Borbollón se torna num impressionante dormitório para os grous.
Destacamos ainda as rotas micológicas, pois estamos inseridos na área com mais tradição no cultivo e colheita do cogumelo.

IMG11 Província de Cáceres. Extremadura preparada para o turismo activo

Rotas por uma Reserva da Biosfera
Agora, desloquemo-nos a uma das jóias da província de Cáceres, o Parque Nacional
De Monfragüe, reserva da Biosfera, uma das áreas que melhor tem sabido manter e preservar a floresta mediterrânica, habitat de numerosas espécies de plantas e animais ameaçados de extinção. Todos os anos tem lugar no coração do parque, a Feira Internacional de Ornitologia (FIO), dado ser o melhor lugar para observação de aves: abutres ibéricos e águias imperiais e ibéricas, abutres do egipto e cegonhas negras… e para que a visita seja tão agradável quanto possível, aconselhamos que solicite os serviços de qualquer uma das empresas de atividades complementares e recreação ativas que trabalham na área.

Com elas poderá realizar rotas de sederismo em trilhos devidamente sinalizados, assim como explorar áreas onde nem todos têm acesso para poder observar as aves; no Outono, ao pôr do sol e à noite, pode experimentar um dos espetáculos mais impressionantes da natureza, a berrea; na Primavera e Verão, observar as estrelas, pois é uma das áreas mais limpas de poluição ambiental e luz da Europa.

IMG21 Província de Cáceres. Extremadura preparada para o turismo activo
Paraísos naturais
Não nos podemos esquecer dos Villuercas, especificamente o Geopark Villuercas, Ibores, Jara, um verdadeiro paraíso natural, onde podemos contemplar grandes florestas com inúmeras espécies de árvores como carvalhos, sobreiros, castanheiros e pinheiros, belos vales e grandes áreas de baixas colinas e rios, assim como grutas, minas, espreitando ao mesmo tempo a flora e a fauna. Aqui poderá praticar geoturismo visitando os sítios geológicos, espalhados ao redor do Geopark. Caminhar é uma das apostas mais sugestivas para descobrir este lugar, onde encontramos um dos solos mais antigos da Península Ibérica.

Finalmente, para o oeste e sudoeste da província, encontramos a região de Tajo-Salor-Alcántara, com lugares curiosos e mágicos como La Cantera de granito, muito perto da famosa Ponte Romana de Alcantara. La Cantera, deixando de ser usado como tal, tornou-se numa piscina natural à medida que a água começou a fluir, o que permite a prática de mergulho (também ela através de empresas especializadas).

IMG61 Província de Cáceres. Extremadura preparada para o turismo activo
Uma floresta diferente
Na Sierra de San Pedro existe um espaço que se destaca de todos os outros: o Parque Natural Tajo International. O rio Tejo dá o seu nome ao Parque, que, juntamente com os seus rios afluentes, o Erges, Salor e Séver, correm nesta área que se estende até Portugal. O parque é fortemente influenciado pela proximidade do Atlântico e pelas neblusidades que se formam no Tejo, dando origem a uma floresta mediterrânica diferente, com uma flora muito variada como espinheiro, apiacaea e a mais representativa, o lírio amarelo.

A fauna também é abundante na área graças à presença de água, dos arbustos e dos prados. Poderá ainda observar grandes aves de rapina como a águia imperial ibérica ou a cegonha preta. Uma excelente forma de conhecer o parque é optar por navegar o tejo a bordo do “Balcón del Tajo”, de onde se pode contemplar as aves e conhecer um pouco mais da fauna e flora deste maravilhoso lugar.
A região também é conhecida por ter vastas zonas de caça. É um território habitado por muitos veados e no Outono pode ver-se e escuitar-se a berrea. Outra das propostas turísticas regionais é realizar a rota dos dólmenes, visita que pode ser acompanhada e guiada por uma empresa de turismo qualidficada para tal, com acessos às áreas restritas. Esperamos por si, em Cáceres.

Textos: Servicio de Turismo de Diputación de Cáceres www.turismocaceres.org

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *