ASTÚRIAS. PARAÍSO BRANCO E VERDE

Alguém afirmou uma vez que seria muito bom estar nas Astúrias em todas as ocasiões, muitos anos mais tarde, quando a máquina do marketing turístico começou a produzir, outra pessoa escreveu que seria muito bom estar Astúrias em todas as estações … parece que ambas as afirmações destes autores anónimos estavam corretas, de acordo com as muitas experiências que se podem viver nas Astúrias, no outono e no inverno.

 

02298 ASTÚRIAS. PARAÍSO BRANCO E VERDE 

As Astúrias têm sol, praia, chuva e também têm neve; e pode-se desfrutar do sol, da praia, do litoral, da chuva e da neve no inverno. A luz do outono e inverno nesta terra verde é bem conhecida dos fotógrafos, pintores, escritores … bem como as cores da floresta e da paisagem; durante o inverno, as praias oferecem uma visão espetacular de mar, vento, luz, constituindo um espaço ideal para caminhar, para observação da natureza, para a comunhão com a natureza e são também um espaço para a amizade, para o entretenimento familiar, ou mesmo para retiro.

 Manto branco

E enquanto tudo isto acontece, há neve ​​na montanha. E os amantes do “manto branco” podem apreciá-lo de muitas formas: nas encostas das duas estâncias de esqui existentes na região, Pajares y Fuentes, onde se pode esquiar na modalidade de descida livre, de travessia ou com raquetes de neve, entre outras atividades. Fuentes de Invierno oferece inclusivamente a possibilidade de praticar esqui adaptado.

Tanto Pajares como Fuentes de Invierno dispõem de boas pistas para iniciantes e também têm seções mais técnicas para esquiadores. As instalações são boas e a paisagem é simplesmente espetacular. Quer seja para lanchar ou para fazer uma refeição, o serviço de ambas as estâncias é mais do que suficiente, além disso, uma vantagem das estâncias das Astúrias é o facto de estarem tão próximas e de terem uma excelente comunicação com as aldeias onde a oferta, tanto a nível de alojamento como de alimentação, é variada e de qualidade.

Com tradição

A estância de Fuentes de Invierno está muito próxima de Felechosa, uma localidade montanhosa com um ambiente agradável e que dispõe de inúmeros hotéis, restaurantes e sidrerías (bares de sidra) onde é possível degustar os mais típicos e saborosos pratos asturianos num ambiente descontraído e rústico.

03774 ASTÚRIAS. PARAÍSO BRANCO E VERDE

No caso de Pajares, a vida social desenvolve-se bem mais no interior da estância, ou em alguns bares clássicos daquela zona, como por exemplo a Venta Casimiro; existe também a opção de uma visita a Pola de Lena, Mieres e até mesmo à capital do Principado, Oviedo, que fica apenas a 45 minutos da estância de esqui mais antiga da Cordilheira Cantábrica. Poderíamos dizer que em Pajares se respiram os momentos pioneiros do esqui e do montanhismo no norte de Espanha. Por direito próprio, esta parcela poderia ser designada como uma estância histórica.

Um “après-ski” multiexperiencial

ribadesella1 ASTÚRIAS. PARAÍSO BRANCO E VERDE

Águas Termais e spa

Uma alternativa capaz de ter um efeito relaxante, apenas pelo facto de a imaginarmos é o relaxamento dos músculos e do corpo – que tanto trabalham nas pistas de esqui – nas termas de águas com propriedades curativas, como é o caso da Villa Termal de las Caldas, que teve origem no início do século XIX, e que atualmente dispõe de instalações de excelência, de onde se destaca o complexo de AquaXana, ou em qualquer um dos spas urbanos -como o hotel da Princesa de Munia Hotel, em Oviedo- existentes nas cidades das Astúrias, ou nos spas que têm alguns hotéis rurais situados nos arredores das estâncias, ou como no caso de Felechosa, recém-inaugurado no complexo residencial da Minería Asturiana.

É certo que a descontração termolúdica é sempre uma opção que os aficionados do esqui apreciam particularmente e as Astúrias são um destino ideal para essa atividade.

Shopping urbano

 

Oviedo, Gijón e Avilés são as três alternativas existentes a nível de shopping urbano. E as três localidades dispõem de zonas comerciais agradáveis, com um ótimo ambiente. Em Oviedo aconselha-se uma visita ao centro histórico, onde há ourives, lojas de sourvenirs, de moda, de arte, o Mercado del Fontán com as suas lojas de gastronomia delicatessen. Ou os centros comerciais modernos como o do Complexo Calatrava, onde se situa também o Palacio de Congressos e Exposições da Cidade, que é um expoente da arquitetura contemporânea.

Em Avilés, a Zona Histórica é interessante pelas suas joias arquitetónicas, pelas muitas histórias que a suas pedras contam, e porque tem um comércio prodigioso, amável, bastante completo e um mercado antigo remodelado, onde se podem encontrar produtos da terra de qualidade e a um preço acessível.

Em Gijón, a zona de Cimadevilla e o Puerto Deportivo, o ambiente dos jardins de la Reina e a Calle Corrida, o Paseo de Begoña a rua de los Moros, a de San Bernardo ou a de Menéndez Valdés são o “coração” da zona comercial de Gijón, onde se pode encontrar um pouco de tudo: oficinas de artesanato asturiano, galerias de arte, centros comerciais, joalharias, lojas de moda, de mobiliário, de design, de antiguidades … Todo um mundo para fazer compras e para desfrutar do animado ambiente da cidade.

Para finalizar as compras, um lanche, um aperitivo, um vermute, umas guloseimas na confeitaria, um jantar romântico, um petisco … Mil maneiras possíveis de terminar o dia, dependendo do momento, do lugar e da companhia.

Shopping rural

llanes2 ASTÚRIAS. PARAÍSO BRANCO E VERDE

O doce e relaxante “exercício” de compras também pode ser praticado em muitas vilas e aldeias das Astúrias. O comércio local é habitualmente um chamariz para um passeio por qualquer localidade. O encanto dos antigos “chingre (bares)-loja” é inegável. Os chingre têm de tudo, desde utensílios tradicionais do mundo rural até aos melhores queijos ou aguardentes, e tudo isto num ambiente marcadamente asturiano.

Também existem lojas de souvenirs, onde se pode encontrar um pouco de tudo para todos os orçamentos e onde podemos conhecer o melhor artesanato das Astúrias: couro, madeira, azeviche, vidro, ou livrarias, onde há sempre livros de mitologia, lendas, histórias ou paisagens.

Merecem especial destaque as lojas de gastronomia, que nos aproximam do universo gastronómico asturiano: queijos, enchidos, patês, cidra, vinho, caviar de “ouriço”, casadielles (doce típico das Astúrias), etc. Todas as delícias doces e salgadas que possamos imaginar.

Um passeio, depois de um dia intenso de desporto e natureza, é sempre “revigorante”.

Apreciando a Gastronomia

Uma das atrações do “après-ski” asturiano é a possibilidade de se desfrutar da boa gastronomia. Durante o outono e inverno há muitos festivais gastronómicos que têm lugar um pouco por toda a província das Astúrias, alguns desses festivais são realizados nas proximidades das estâncias de esqui. O festival dos Humanitarios em Moreda é excelente; o festival dos cebolles rellenes em San Martin do Rey Aurelio ou o festival de los Nabos, que se realiza também neste município, ou o do Martes de Antroxu.

Há festivais gastronómicos para todos os gostos e que combinam muito bem com o esqui, porque sempre se pode tirar um dia de descanso para dedicar ao turismo gastronómico, ou para “mimar-se” com um jantar.

Viva la multiaventura!

surf ASTÚRIAS. PARAÍSO BRANCO E VERDE

Para o dia ou dias em que não apetece fazer esqui, fica a opção de mudar de atividade. Pode-se tentar o esqui de travessia, ou com raquetes, e até mesmo descer uma ravina ou fazer canoagem, ou um percurso a pé, ou a cavalo. E o melhor de tudo é que desfrutará sempre das mais variadas e deslumbrantes paisagens: os Picos da Europa e o seu sistema cárstico, as grandes montanhas ocidentais, a costa e as suas falésias. Nestes ambientes terá o privilégio de praticar as atividades mais divertidas em família. E poderá fazê-lo com toda a confiança, porque as infraestruturas existentes são adequadas, tanto a nível de preparação e manutenção de estradas, como a nível da respetiva sinalização. Contamos com o apoio de profissionais e empresas na área do turismo ativo, com serviços qualificados em matéria de cuidados de vigilância e de saúde, para evitar qualquer tipo de problemas. Facilitando-nos igualmente o facto de terem pensado em tudo.

Por exemplo, os percursos estão classificados de acordo com a sua dificuldade, e assim encontramos os denominados Grandes Recorridos, para os mais experientes, e os Pequeños Recorridos, perfeitos para quem vai acompanhado de crianças mais pequenas e mais propensas a cansar-se rapidamente.

Em última análise, as Astúrias são, por natureza e história, infraestruturas e serviços, um local de alta qualidade para todos os que gostam de praticar atividades ao ar livre.

Existem dezenas de diferentes opções e a prática de esqui nas Astúrias é muito mais do que uma mera experiência branca.

 

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

Puedes usar las siguientes etiquetas y atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>